Follow by Email

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Para cada homem dito "safado", existe um príncipe encantado!







O ser humano se adapta a todo tipo de circunstância e ocasião. Isso dependentemente de fatores externos e/ou internos. Por exemplo: um índio sabe caçar melhor do que um empresário, pois o índio está adaptado aquilo há muito tempo. Da mesma maneira um filho de jogador de futebol tem a tendência de ser um jogador de futebol, pois desde cedo ele teve a motivação e incentivo necessário para aquilo, além dos fatores genéticos que podem e devem existir - mas não sozinhos.
Pois bem, quem vai adaptar o ser humano nesse entendimento de ser fiel, amar, respeitar, dar carinho, são os sentimentos.
Se um homem te ama de verdade, ele vai ser um príncipe contigo, fazendo tudo pra ti agradar e tentando ser o mais compreensível possível. Se ele não te ama de verdade, ele faz justamente o contrário.
Agora vamos adentrar ou desviar um pouco o foco para comparar com aquilo que já vimos...
Digamos que um homem é motivado no trabalho por dinheiro, ele vai fazer esse trabalho de forma produtiva se ele não receber aquilo que lhe prometeram?
NÃO!!!
Mas se estão lhe pagando, claro que ele vai fazer aquilo perfeitamente.
E se pagarem ele ainda mais? 
Ele vai dar a vida por aquele trabalho e vai ser um dos melhores empregados da empresa.
Isso acontece com o ser humano, ele é MOTIVADO!
Trocaríamos o dinheiro pelo amor, pra explicar a “safadeza” do ser humano, isso vale tanto para os homens quanto para as mulheres.
Se há amor de verdade, há dedicação pra não perder aquele agente motivacional, que é a companheira ou o companheiro!







Nenhum comentário:

Postar um comentário